1

What the fuck is Reinheitsgebot?

Eita nome feio, para nós, adeptos do português com “paralelepípedos” e “inconstitucionalissimamentes”! Enfim, isso até rendeu uma camiseta bem humorada da Beer Freaks que ainda teimo pão-duristicamente em comprar:

what-fuck-reinheitsgebot-2013-12-15-22-54-34Hoje, dia 23 de abril, inventaram essa leia. Então é o seguinte: a danada da “Lei da Pureza da Cerveja”, determinava que a breja deveria ser fabricada apenas com água, malte de cevada e lúpulo. Não, não tinha levedura de cerveja na época. Então é errado usar ela hoje, de acordo com essa bendita lei?

ReinheitsgebotEla surgiu pela necessidade de prevenir a competição com padeiros pelo trigo e centeio. Pois é, segundo a Wikipedia, os cervejeiros alemães tinham que usar cevada, exclusivamente, pois assim o centeio e o trigo seria reservado para os padeiros, por ser mais acessível, e deixar os pães mais baratos. Tá, tinha isso, e também para prevenir que os revolucionários da época parassem de usar outros ingredientes, para diminuir a competição.

E o lance de uma cerveja seguir ou não a lei? Bom, já que ela surgiu na época por motivos políticos, não se pode determinar a qualidade de uma cerveja por causa ou não dela seguir a pureza de ter apenas água, malte de cevada, lúpulo e levedura. Haja visto (ô vontade de evitar esse termo…) as excelentes cervejas que existem e não se limitam a esses únicos ingredientes.

Bom, não quero me estender na discussão sobre esse nome que a gente arrota, depois de bêbado. Só lembrar que é mais um motivo para comemorar! Agarre sua alemã preferida e solte um Ein Prosit! Ah, como se fala? (Obrigado pela dica, Mestre Cervejeiro)

Rain-raits-guebolt

Difícil achar algo que não seja sexista, em relação a cerveja, Alemanha e Oktoberfest

Referências mil, se quiserem ler mais, tem no Bebendo Bem, no Brejas e no Mestre Cervejeiro.

Anúncios
0

O tal do boteco

Quem nunca foi no tão aclamado boteco? Eu tive a experiência de ir para uma cidadezinha aprazível do interior de Goiás, a gloriosa Inhumas, e frequentar um bar que de especial tinha tudo, menos a cerveja. Como assim? Sério, só tinha Skol e Antarctica, no bom e velho Restaurante do Lago. O Paulão, figura única, permitiu à minha humilde pessoa me sentir em casa. E olha que foi só uma garrafa de Antarctica (copo sujo, obrigatório, né?)

antarctica-correntao

Continuar lendo

2

E o preço das cervejas? Quanto é caro e quanto é barato?

Eu vi um texto faz algum tempo, mas mesmo depois de horas sobrecarregando os servidores da Google, não consegui achar ele novamente. Então vamos lá, começar baseado no que me lembro, e que de certo modo faz sentido, e pode dar uma boa direção quando você quer saber se aquela cerveja especial VALE o quanto estão cobrando por ela!

foto roubada... me processem!

A média proposta pelo post que li dizia que:

“Uma média de preços para cervejas especiais em garrafa de 600ml é de R$ 15,00. E para long-necks e latas de 355ml, a metade: R$ 7,50”

Continuar lendo

0

Sorteio!

Vamos lá, tirar o escorpião do bolso! Devido ao alto sucesso da enquente sobre copos, resolvi sortear um! Só um! Dessa vez SÓ UM!

beer-styles-glasses-small

E é bem simples! Primeiramente:

Você precisa adivinhar para QUAL ESTILO o copo foi feito para ser degustado!

Opções? Todas! Pode ser de qualquer estilo! Mas cada pessoa só pode dar um palpite! Se um engraçadinho der mais de um palpite (ou todos!), vale o primeiro. EXEMPLO: LAGER, PILSEN, WEISS, STOUT, IPA, PALE ALE, TRIPEL, LAMBIC. Ok?

Próxima regra:

Entre os que adivinharem, vou mandar mensagem privada no Facebook, para que adivinhem de qual CERVEJARIA/CERVEJA o copo é!

Simples, né? E em caso de empate? Aí eu vou desempatar para a pessoa que enviar a mensagem privada primeiro.

A partir de agora, está valendo! O prazo final será domingo, onde vou anunciar quem ganhou o copo!

Ah, e onde você vai enviar o primeiro palpite? Aqui embaixo! Boa sorte a todos!

Obs.: Obviamente, a pessoa PRECISA ter Facebook e precisa estar curtindo a página. E que seja da cidade de Goiânia, Goiás. Infelizmente, não posso fazer ainda para além terra do piqui. Quem sabe nas próximas…

0

Entre procuras, nomenclaturas e italianos

Este post é chato, off-topic, nerd e no mínimo cervejeiro. Inclusive deixo até a opção de quem quiser ler, que clique abaixo, para continuar lendo, diferente da maior parte dos que deixo completos na página do blog.

Tudo começou com a notícia de que a Bierland Stout tinha ficado entre as 10 melhores em um festival de cervejas na Itália! Vai, Brasil!!! E por curiosidade, quis saber em qual colocação ela tinha ficado, e quais outras cervejas brasileiras estavam presentes.

Continuar lendo